Com gestão Acqua, Hospital Regional de Ponta Porã retoma serviços e realiza mutirão de cirurgias

08 de Abril de 2019

Acqua reabriu duas salas cirúrgicas, dois leitos de UTI e contratou um cirurgião vascular; mais de 70 pacientes que estavam na fila de espera serão operados

O Hospital Regional Dr. José de Simone Netto, em Ponta Porã (MS), reativou nesta semana duas salas cirúrgicas e reabilitou dois leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) que estavam sem pacientes por falta de manutenção. Com as salas de cirurgias em pleno funcionamento será realizado neste mês um mutirão de cirurgias eletivas. A previsão é que sejam operados mais de 70 pacientes que aguardam na fila de espera. Também foi incorporado pela primeira vez no quadro de médicos do hospital, um cirurgião vascular, que realizará cirurgias vasculares e gerais. A partir deste mês a unidade também contará com os exames de endoscopia e colonoscopia.

O Instituto Acqua, que assumiu a gestão do hospital em (29/03) junto à Secretaria de Estado da Saúde (SES), em apenas uma semana já reativou os serviços e liberou a folha de pagamento dos funcionários referente aos três dias trabalhados. O novo diretor geral do hospital, Demetrius Pareja, ressalta que transparência e honestidade são prioridades da gestão. "Chegamos com uma filosofia de transparência e efetividade, nossa prioridade é executar o trabalho com qualidade, a auditoria do Estado está nos acompanhando passo a passo em todas as reorganizações dos serviços. Nesta semana já conseguimos colocar em funcionamento mais duas salas cirúrgicas que estavam inativas, realizamos manutenção e também reativamos dois leitos da UTI e contratamos um cirurgião vascular. Uma equipe está organizando o fluxo das cirurgias e entrará em contato com os pacientes que estavam na fila de espera para darmos andamento ao mutirão de eletivas”, disse.

Com as salas cirúrgicas reativadas, será iniciado o mutirão de cirurgias para 76 pacientes que aguardavam pelos procedimentos de vesícula, hérnia, laqueadura e cirurgias ginecológicas. A previsão é que também iniciem neste mês as cirurgias vasculares.

Estrutura - A unidade é referência de atendimento para os oito municípios da microrregião de Ponta Porã (Amambaí, Antônio João, Aral Moreira, Coronel Sapucaia, Paranhos, Ponta Porã, Sete Quedas e Tacuru). Com 107 leitos, oferece atendimento de urgência e emergência, ambulatorial, internação nas especialidades de clínica médica, cirúrgica, gineco-obstétrica, pediátrica, ortopédica e UTI adulto. Possui, ainda, ampla estrutura de apoio diagnóstico e terapêutico. A atenção à saúde oferecida envolve assistência humanizada, integral e contínua, acolhimento dos pacientes com uso de protocolo de classificação de risco, além de equipe multiprofissional.