Comunidade atendida na Casa de Apoio Ninar ganha festa de Natal

19 de Dezembro de 2017

Evento contou com apresentação de cantata natalina e entrega de brinquedos, roupas e fraldas para mães que apresentaram carteira de vacinação em dia

Homenagens, brincadeiras e distribuição de brinquedos, roupas e fraldas marcaram a confraternização de Natal realizada nesta segunda-feira (18/12) na Casa de Apoio Ninar, em São Luís (MA). Além de reunir familiares e crianças atendidas, o evento contou com apresentação de cantata natalina feita por profissionais que atuam na unidade de saúde.

Giuliana Dominices Rocha, mãe da pequena Jade Helena, de 1 ano e 9 meses, com microcefalia e hidrocefalia, considerou a confraternização como um momento para integrar as famílias e a equipe e elogiou o atendimento recebido. “Quando minha bebê nasceu me senti desamparada e aqui encontrei auxílio. Quando a gente vem para a Casa de Apoio esquece um pouco os problemas e conhece pessoas e histórias novas. Aprendemos sobre a situação da criança e isso nos une”, destacou.

Os participantes do evento também apreciaram a apresentação do coral Angellu’s Vox, do projeto social Vox – Fábrica de Arte. Composto por 25 crianças, o grupo brindou o público com músicas natalinas. No local também foi montado um bazar com brinquedos, fraldas e roupas infantis. As famílias que apresentaram a carteira de vacinação da criança com todas as imunizações em dia ganharam o direito de escolher até dois itens oferecidos.

Casa de Apoio Ninar – Inaugurada em julho deste ano e sob gestão da parceria Instituto Acqua/Secretaria de Estado da Saúde, a Casa de Apoio Ninar elevou a cobertura e assistência às famílias maranhenses que possuem crianças com doenças que afetam o neurodesenvolvimento. O trabalho realizado na unidade resultou em 49.218 atendimentos para famílias de todas as regiões do Estado em 2017.

Semanalmente a unidade recebe famílias da Capital e interior, assim como profissionais da área da saúde que acompanham as ações. O atendimento é feito por meio de atividades multidisciplinares que incluem avaliações médicas com profissionais especializados, como neuropediatra, infectopediatra e oftalmologista, além de oficinas, palestras e circuito de estimulação multidisciplinar com terapia ocupacional, fisioterapia, estimulação cognitiva e visual, fonoaudiologia e musicalização infantil e de adulto.

 

Fotos: Julyane Galvão/SES