Corrida reúne 400 pessoas e encerra programação de aniversário do Hospital Macrorregional Tomás Martins

28 de Agosto de 2017

Evento promoveu a solidariedade e arrecadou 638 bolsas de sangue com as inscrições; material foi encaminhado para o Hemonúcleo de Santa Inês

A 1ª Corrida pela Vida reuniu, no último domingo (27/08), muitas famílias e corredores de todas as idades na manhã de atividade física e muita festa na cidade de Santa Inês. O evento encerrou a programação de aniversário pelo primeiro ano de implantação do Hospital Macrorregional Tomás Martins, gerenciado pelo Instituto Acqua em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (SES).

Além de incentivar a prática de atividade física, a corrida promoveu solidariedade e amor ao próximo. Com as inscrições dos 400 corredores foram arrecadados 638 bolsas de sangue e 600 quilos de alimentos. O sangue reforçará o estoque do Hemonúcleo de Santa Inês.

Para completar a festa, tendas com atendimentos como testes de glicemia, aferição de pressão e massagens terapêuticas e relaxantes foram oferecidos a todos os atletas. Desde as 7h, os corredores estavam concentrados na Avenida das Laranjeiras, local da largada da corrida. Após o percurso de cinco quilômetros, com animação e muita alegria, os corredores foram concluindo a prova e recebendo medalhas pela participação no evento.

Entre os vencedores, a história do adolescente Josivaldo dos Santos, 13 anos, que conquistou o quinto lugar, chamou a atenção de todos que acompanhavam a corrida. Ao subir ao pódio, ele lembrou os treinos e do incentivo do tio para a prática do esporte. “Meu tio, que ficou em segundo lugar, me deu um tênis quando eu tinha dez anos e me incentivou a treinar. Quando a gente corre é uma diversão e é bom para saúde e melhor para a vida”, comentou alegre o adolescente que treina todos os dias.

Antônio Marcos Rodrigues, estudante, 31 anos, também contou a felicidade em participar da competição. “É uma alegria muito grande voltar a correr depois de uns meses parado e ainda conquistar o segundo lugar. Sobre o meu sobrinho, como ele tem porte físico para ser um corredor, eu o incentivo e assim deixo ele longe da criminalidade e em um bom caminho”, pontuou.

Pódio – Além de Josilvado e Marcos Antônio, subiram ao pódio na Categoria Comunidade, os competidores Carlos Magno da Silva (1º lugar), Franciel Veiga (3º lugar), Francisco de Assis Carneiro (4º lugar) e no 5º lugar, Arailson Wagner da Silva, que dividiu o prêmio com o adolescente Josivaldo.  Na categoria Feminina foram vencedoras Patrícia Pinto de Oliveira (1º lugar), Gleycilene Rodrigues (2º lugar), Elizetania Nunes (3º lugar), Sergiane Felix da Silva (4º lugar) e Luana Diogo Liberato (5º lugar).

Mesmo não tendo concluído a prova entre os cinco primeiros tempos, com 81 anos e passando pela linha chegada à frente de muitos competidores, o idoso Raimundo Nonato Silva esbanjava disposição física. “Gosto de treinar e fazer atividade física. Faço caminhada e vim correr porque gosto. O percurso foi bom e quem sabe com a corrida, as pessoas se sintam motivadas a praticar alguma atividade física”, afirmou o morador de Santa Inês.

Ganhos – O diretor do Hospital Macrorregional Tomás Martins, o médico Antônio Jorge, afirmou que a corrida é mais um momento para aproximar o hospital da comunidade. “Essa corrida mostra que é importante cuidar da saúde, além de ser um momento para despertar em todos os moradores da cidade para se cuidar e praticar exercícios”, concluiu.