Espaço para eventos e atividades sustentáveis ganha destaque na comemoração pelos 18 anos do Instituto Acqua

26 de Maio de 2017

Local será ocupado por pequenos produtores e terá programação cultural; evento também contou com palestra ministrada por Gilberto Dimenstein e cardápio saudável

Com palestra ministrada pelo jornalista e escritor Gilberto Dimenstein e um cardápio com alimentos saudáveis, cerca de 70 convidados participaram do evento em comemoração pelos 18 anos do Instituto Acqua, realizado em sua sede em Santo André (SP) nesta quinta-feira (25/5). A atividade marcou também a inauguração do espaço Vivências e Convivências, dedicado a eventos, cursos e feiras que incentivem a interação entre pequenos produtores com a comunidade local.

Agentes públicos e privados e empreendedores sociais participaram da programação, que iniciou com apresentação do Grupo Lúmen, que trouxe composições românticas de diferentes estilos e autores ao longo do evento. No auditório do Instituto, o jornalista Gilberto Dimenstein ministrou palestra sobre a importância da apropriação dos espaços públicos, em referência à inauguração do Espaço Vivências e Convivências, inaugurado pelo Acqua para estimular o encontro de produtores culturais, artesanais, de entretenimento e gastronômicos, entre outras atividades.

Colunista da Folha de São Paulo e da Rádio CBN, Dimenstein elogiou essa iniciativa do Instituto. “Esse espaço mostra a importância que é ter aqui um ponto de encontro para a troca de conhecimento. Com esses 18 anos vai ser muito mais fácil para o Acqua, já que entrou na maioridade, continuar construindo experiências tão interessantes pelo Brasil”, destacou o coordenador do site Catraca Livre.

A noite encerrou com um coquetel saudável feito pela chef Cris Mota. A profissional andreense foi a primeira mulher a vencer o reality show de gastronomia Hell’s Kitchen Brasil, em 2016, exibido pelo SBT. “Percebo que há cada vez mais apelo por uma alimentação saudável e por qualidade de vida, por isso me identifiquei bastante com o Instituto. Agradeço ao Acqua pelo convite para fazer parte dos seus 18 anos e acredito que os produtos locais têm muito a ganhar com a chegada desse novo espaço”, afirmou.

Para o diretor-presidente do Instituto Acqua, Ronaldo Querodia, o evento foi um marco na história dos profissionais que fazem parte do Instituto. “Atingimos essa marca de 18 anos carregando uma história de envolvimento com a população no desenvolvimento de projetos nas áreas de saúde e sustentabilidade que contribuem para a qualidade de vida das pessoas”, disse.

Querodia também destacou que o Acqua dá mais um passo inovador ao oferecer uma área dedicada aos pequenos produtores. “Como Organização Social, devolvemos à comunidade aquilo que construímos com as parcerias firmadas ao entregar esse espaço dedicado a atividades que envolvem cultura, artes, gastronomia, vida saudável e economia solidária, entre outras. Essa também será uma forma de superar a crise que o País enfrenta e ajudar a construir uma sociedade cada vez melhor para vivermos.”

Sergio Moretti, diretor do Sesi em São Bernardo do Campo, disse estar lisonjeado por participar do evento. “Com certeza o cumprimento das ações e projetos desenvolvidos pelo Instituto Acqua até hoje consagraram fortemente o nome dessa instituição”, pontuou. Moretti afirmou que o Espaço Vivências e Convivências vai impulsionar ações a favor de práticas sustentáveis na região. “Quando o local destinado a essas atividades é qualificado com uma marca de credibilidade e uma história de trabalho, ele fica mais enaltecido e consequentemente prestigiado.”

“Estamos muito satisfeitos com o trabalho que o Acqua vem promovendo. A UFABC também desenvolve iniciativas sociais na região e vemos que o Instituto agrega para a melhoria da cidade e qualidade de vida da população”, concluiu Silvio Wenceslau, pró-reitor adjunto de Assuntos Comunitários e Políticas Afirmativas da UFABC (Universidade Federal do ABC).