Feira Vegana do ABC movimenta consumo consciente em Santo André (SP) | Instituto Acqua

Feira Vegana do ABC movimenta consumo consciente em Santo André (SP)

29 de Maio de 2018

Iniciativa do Instituto Acqua, evento realizado no último domingo (27/5) contou com a comercialização de frutas, legumes, verduras orgânicas e diversos itens veganos

A 9ª edição da Feira Vegana do ABC, ocorrida no último domingo (27/5), reforçou o olhar da comunidade regional para o consumo consciente por meio da comercialização de produtos orgânicos e itens veganos. O evento, idealizado pelo Instituto Acqua em sua sede de Santo André (SP), recebeu 1,3 mil pessoas que conferiram produtos livres de ingredientes de origem animal. Com entrada gratuita, o público ainda acompanhou apresentação musical do duo João Cristal e Dino Barioni, músicos de jazz e bossa nova que apresentaram grande repertório nacional com clássicos de Tom Jobim, Chico Buarque e Jacob do Bandolim. A próxima Feira Vegana do ABC terá temática junina e acontece dia (16/6), das 15h às 22h, na Avenida Lino Jardim, 905, Vila Bastos.

Integrando a programação da Feira Vegana do ABC, a Praça Kennedy, na Vila Bastos (a cinco minutos do Instituto Acqua), contou com aula aberta de yoga com a professora Andrea Moll. A ação reuniu 30 participantes. Para Anderson Pires, um dos simpatizantes da modalidade e que participou da atividade, incentivar a prática irá abrir espaço para adeptos na região. “Acho importante olhar para a prática do yoga em nossa região, sobretudo aqui em Santo André. Quase não observamos atividades como essa e agora sabendo que todo mês o Instituto irá promover essa ação gratuita é motivo de alegria. Vai fortalecer ainda mais a cena”, indicou o praticante e pesquisador da área da saúde mental.

A atividade no espaço cultural do Instituto Acqua trouxe aos visitantes diversas opções de produtos à base de vegetais, com destaque para hambúrgueres, burritos, nachos, bolos, churros, brigadeiros, além de sucos naturais e cervejas artesanais. O local também teve a participação do chef indiano Dinesh Balakrishnan. Descendente de indianos e criado na Malásia, ele apresentou o melhor da comida típica vegana da Índia com arroz Biriyani - arroz cozido com temperos e soya tofu, curry de Grão de Bico, vegetable Kofta - bolinhos vegetais fritos com molho caseiro, os tradicionais salgados indianos Samosa, Muruku e o Vegan Chicken Bun tikka masala - pão recheado com "frango" vegano.

O evento também marcou produtos cruelty free, ou seja, aqueles que não geram qualquer tipo de prejuízo para os animais em sua produção, e que seguem padrão natural de testes e fabricação. Ananda Essencial, marca de economia solidária, esteve presente com itens de aromaterapia: óleos essenciais, óleos vegetais, difusores e sprays terapêuticos.

Em parceria inédita com a marca Orgânicos ABC, a Feira Vegana comercializou diversos produtos de origem da agricultura familiar. A empresa, sediada em Santo André, mantém iniciativa em conjunto com o Sacolão Saúde, varejista especializado na comercialização de hortifrutigranjeiros, para distribuir alimentos e bebidas saudáveis. Os visitantes puderam levar para casa frutas, verduras e legumes sem uso de agrotóxicos. “Já visitei várias edições da Feira Vegana do ABC e adorei encontrar dessa vez frutas e legumes orgânicos. Acho ótima a ideia de incentivar a agricultura familiar. Espero trazer minha mãe e tia na próxima edição. Elas vão adorar”, comentou Regina Salles Moratto, 37 anos, moradora de Santo André.

Para Ronaldo Querodia, diretor-presidente do Instituto Acqua, o evento atingiu um formato que atende as necessidades comerciais dos expositores, mas que, sobretudo, investe na economia criativa de forma simples, aderindo aos poucos a comunidade local. “Em junho caminhamos para nossa décima edição do evento e para nós é uma grande alegria perceber que a Feira Vegana mantém um público fiel, mas também atrai a comunidade do entorno do Acqua. Além de estimular o público vegano de nossa região, colaboramos para girar a economia criativa. Com mais essa comercialização de produtos orgânicos vindos da agricultura familiar, o evento mostra sua característica de ser diferenciado”, explica.