Gestão do Instituto Acqua ganha destaque na rede pública de saúde do Maranhão | Instituto Acqua

Gestão do Instituto Acqua ganha destaque na rede pública de saúde do Maranhão

18 de Maio de 2018

Além de aumentar a qualidade dos serviços, unidades gerenciadas pelo Instituto no Estado se destacaram pela oferta de procedimentos de referência e atendimento humanizado

Partos que respeitam a decisão da mulher e são realizados de forma humanizada. Ambientes que acolhem e confortam crianças e seus familiares. Infraestrutura que proporciona acesso a tratamentos modernos para a recuperação de pacientes em estado grave.

Esses são apenas alguns dos diferenciais de atuação que a população encontra nas unidades gerenciadas pelo Instituto Acqua no Maranhão. Firmada em maio de 2015, a parceria com o Governo do Estado possibilitou mudanças significativas que tornaram a gestão desses equipamentos mais eficientes e o atendimento, mais humanizado e ágil.

Entre as principais mudanças é possível destacar as diversas melhorias implementadas no Hospital Infantil Dr. Juvêncio Mattos e na Maternidade de Alta Complexidade do Maranhão. No primeiro, as reformas, capacitações e aquisição de equipamentos consolidaram o hospital como unidade especializada em cirurgias de correção e neurocirurgias pediátricas. No caso da maternidade, a economicidade gerada durante a gestão da unidade permitiu investimento que instalou a UTI (Unidade de Terapia Intensiva) Materna, a primeira do gênero no Estado. A unidade ainda se consolidou como referência em procedimentos delicados em bebês cuja gestação foi de alto risco.

O atendimento à Saúde da Mulher também ganhou reforço com o início de projetos que incentivam o pré-natal (Pequeno Maranhense), estimulam o vínculo familiar (Arte no Parto) e garantem o acesso à certidão de nascimento da criança ainda na maternidade (Posto Avançado de Registro Civil). Ainda nessa área, mulheres atendidas nas Maternidades Benedito Leite e Nossa Senhora da Penha e no Hospital Regional de Balsas passaram a receber um encarte com a primeira foto do bebê, uma lembrança do nascimento concedida gratuitamente por meio do projeto Primeiro Olhar.

Outra novidade no período foi o acesso facilitado ao parto natural humanizado, uma alternativa ao parto cesárea almejada pelos profissionais que estão na linha de frente do atendimento. A Maternidade Benedito Leite se destacou por realizar o primeiro parto desse tipo na rede pública estadual.

No aspecto tecnológico, o Instituto Acqua reforçou os serviços oferecidos com a adoção de equipamentos como o venoscópio (usado para facilitar a localização de veias nos braços de crianças) e o óxido nítrico inalatório (para o tratamento de bebês com doenças relacionadas à hipertensão pulmonar). Com a disponibilização de novos recursos, a população do interior teve acesso a intervenções cirúrgicas que antes só estavam disponíveis na Capital ou em outros Estados.

Capacitados constantemente, os profissionais do Acqua fizeram do Ninar e do Sorrir unidades de referência em suas áreas de atendimento, com tratamentos inovadores para crianças com doenças que afetam o neurodesenvolvimento e pacientes que aguardavam na fila de espera por procedimentos odontológicos de média complexidade.

“Além de beneficiar a população maranhenses, todas essas mudanças comprovam o sucesso de parcerias como esta que mantemos com o Governo do Maranhão. Aproximamos cada vez mais as pessoas de serviços de saúde de excelência, fortalecemos o atendimento humanizado na rede pública e garantimos aos profissionais condições de trabalho em unidades equipadas e aptas a atender a população com dignidade e eficiência. Esse é o jeito Acqua de fazer gestão”, concluiu o diretor-presidente do Instituto Acqua, Ronaldo Querodia.