Governo do Maranhão recebe direção executiva do Instituto Acqua para debater avanços da saúde materno-infantil

12 de Abril de 2019

Reunião também contou com representantes da OPAS e Ministério da Saúde, além de reforçar a inauguração da Sala CUIDAR instalada na Maternidade de Alta Complexidade

Na última quinta-feira (11/04), a direção do Instituto Acqua, representada pela diretora executiva Paula Assis e gerente técnica Vanda Campos, participou de reunião com o governador do Maranhão, Flávio Dino, para discutir os avanços da saúde materno-infantil no estado e os novos passos do trabalho em conjunto com as instituições. A agenda ocorreu no Palácio dos Leões e também reforçou a inauguração da Sala CUIDAR instalada na Maternidade de Alta Complexidade do Maranhão, sob gestão Acqua e Secretaria de Estado da Saúde (SES).   

O encontro serviu para pontuar o momento positivo que a saúde materno-infantil apresenta a partir da experiência de mais de 400 dias sem morte materna na Regional de Balsas, no interior do estado. A conquista foi alcançada com os investimentos feitos pelo Governo do Estado e administração do Instituto Acqua frente aos serviços do Hospital Regional de Balsas; além de outras ações em conjunto com a gestão municipal e organizações, como a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), e Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

Também participaram da reunião Haydée Padilla, coordenadora da unidade técnica de Família, Gênero e Curso de Vida da (OPAS), Katia Souto, representante do Departamento de Ações Programáticas e Estratégicas do Ministério da Saúde, Suzanne Serruya, do Centro Latino-Americano para Perinatologia – Saúde das Mulheres e Reprodutiva (CLAP/SMR-OPAS/OMS), Carlos Lula, secretário de Estado da Saúde e Karla Trindade, subsecretária de Estado da Saúde.

 “Reafirmamos ao governador do Maranhão que o Instituto Acqua prima sempre por uma gestão eficiente, humanizada e comprometida com a qualidade. E que nas unidades sob nossa administração temos profissionais empenhados para que os resultados sejam cada vez mais positivos, a exemplo de Balsas”, comentou a diretora executiva do Acqua, Paula Assis.

A Maternidade de Alta Complexidade do Maranhão (MACMA), localizada em São Luís, também foi tema da pauta com o governador e demais autoridades. A unidade acaba de receber sala de atenção às urgências e emergências obstétricas que irá reforçar as ações de enfrentamento à mortalidade materno-infantil no estado.

O serviço instalado na sala CUIDAR dará suporte 24h, todos os dias da semana, para 67 unidades de saúde de 60 municípios maranhenses. Seis enfermeiros obstetras especializados e treinados farão o atendimento das ligações e conduzirão a aplicação dos protocolos.

Para o governador Flávio Dino, as boas práticas implantadas já possuem resultados expressivos, e é preciso perenizar as mudanças, para que não hajam retrocessos. “Muito recentemente tivemos a confirmação de que em 2018 colhemos os menores índices de mortalidade infantil e materna das últimas décadas. Isso mostra que estamos no caminho certo. A parceria com a OPAS permite acesso a conhecimentos, metodologias, técnicas que ajudam no nosso trabalho, inclusive junto aos municípios. Já fizemos a planificação em três regiões de saúde, em conjunto com as unidades básicas de saúde e iremos expandir”, garantiu.

Durante a oportunidade, Paula Assis entregou material institucional em comemoração aos 20 anos do Instituto Acqua ao governador Flavio Dino, além de ovos de Páscoa produzidos pelas mães atendidas na Casa de Apoio Ninar, unidade sob administração Acqua que atende famílias de crianças com microcefalia e outras doenças congênitas.