Hospital Infantil Dr. Juvêncio Mattos (MA) realiza atividades manuais com acompanhantes de crianças internadas

09 de Abril de 2019

Oficinas ajudam processo de acolhimento no ambiente hospitalar e promovem autoestima e possibilidade de renda extra para famílias

Nas mãos, a habilidade com tesoura, pano, espuma sintética e outros materiais vão ganhando a forma de bonecas, flores e joias. As atividades manuais integram oficinas desenvolvidas pelo Hospital Infantil Dr. Juvêncio Mattos, unidade de saúde gerenciada pelo Instituto Acqua no Maranhão em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (SES).

Durante o mês de março foram realizadas três oficinas – confecção de porta-joias, confecção de flor em E.V.A e confecção de bonecas – como forma de promover acolhimento e humanização do atendimento aos acompanhantes. Direcionada para as mães que estão acompanhando os filhos internados na unidade hospitalar, as oficinas têm caráter terapêutico. “Os temas são elaborados geralmente em diálogo com as mães no intuito de conhecer melhor o que elas gostariam de aprender em termos de habilidades e produtos artesanais”, explica a terapeuta ocupacional da unidade, Lidiane Garcês.

As oficinas tiveram início em agosto do ano passado e acontecem mensalmente, às quintas-feiras, no turno da tarde, e são realizadas na brinquedoteca do hospital. Regyane Reis, coordenadora do Núcleo de Educação Permanente, explica que as atividades lúdicas contribuem para melhorar a qualidade de vida no tempo de permanência na unidade. “As atividades manuais trazem resultados positivos, como a diminuição da ansiedade e angústia, relaxamento e bem-estar. Além disso, elas melhoram a autoestima e a confiança em si ao verem o que produziram e reconhecerem suas próprias capacidades e habilidades”, conta.

Informação – Além das atividades manuais realizadas com as acompanhantes dos pacientes internados na unidade, o Núcleo de Educação Permanente da unidade realiza mensalmente palestras educativas, de acordo com o calendário de datas comemorativas. Em março, foram realizados dois encontros temáticos relacionados à identificação e formas de combate à violência contra a mulher e também um diálogo sobre o sentido cultural da comemoração da Páscoa.