Instituto Acqua completa três anos de parceria com Governo do Maranhão e amplia qualidade dos serviços de saúde no Estado | Instituto Acqua

Instituto Acqua completa três anos de parceria com Governo do Maranhão e amplia qualidade dos serviços de saúde no Estado

18 de Maio de 2018

Com dez unidades sob gestão compartilhada, Acqua leva atendimentos de excelência para população da Capital e interior

‘Toda pessoa tem direito ao acesso a bens e serviços ordenados e organizados para garantia da promoção, prevenção, proteção, tratamento e recuperação da saúde.’ Esse é o primeiro direito do usuário da saúde previsto pela legislação que trata do tema, a portaria Nº 1.820 do Ministério da Saúde, de 13 de agosto de 2009. A população do Maranhão viu nos últimos três anos esse direito cada vez mais assegurado ao entrar em uma das dez unidades de saúde sob gestão do Instituto Acqua em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (SES).

A gestão realizada no Estado é uma das experiências mais emblemáticas na história do Instituto ao longo de seus 19 anos. O acesso a serviços de qualidade e a humanização do atendimento se tornaram marcas de um trabalho que prioriza as pessoas e investe na melhoria contínua de recursos e profissionais. “Os resultados percebidos até agora demonstram que a parceria com o Governo do Maranhão é um exemplo bem-sucedido de como mudar a realidade da saúde pública a partir do esforço político somado à capacidade de realizar atendimentos de excelência, desde uma consulta médica até uma cirurgia de alta complexidade”, destacou o diretor-presidente do Instituto Acqua, Ronaldo Querodia.

Sob a responsabilidade do Instituto estão 3.500 profissionais atuando em maternidades, um centro odontológico, um centro de referência e hospitais, que, somados, oferecem 668 leitos e uma gama de atendimentos especializados, exames, procedimentos cirúrgicos e orientações. Vale destacar que três desses hospitais estão no interior do Estado, nas cidades de Pinheiro, Balsas e Santa Inês, e são referências no atendimento à população dessas regiões.

Para atingir essa marca, o Acqua percorreu um caminho que começou em maio de 2015, quando venceu concurso de projetos para assumir a gestão de três unidades de saúde: as Maternidades de Alta Complexidade do Maranhão (antiga Marly Sarney) e Benedito Leite e o Hospital Infantil Dr. Juvêncio Mattos, todos na Capital maranhense.

Evolução – Com metas de atendimento atingidas com qualidade e em pouco tempo nessas unidades, o Acqua assumiu, ainda em 2015, o gerenciamento da Maternidade Nossa Senhora da Penha e do Hospital Regional da Baixada Maranhense Dr. Jackson Lago, este último inaugurado em Pinheiro para atender casos de média e alta complexidade. A chegada dessa unidade marcou o fim das chamadas ‘peregrinações de ambulâncias’ até a Capital, pois os pacientes da região começavam a receber atendimento próximo de suas cidades. Cerca de 600 mil pessoas passaram a ser atendidas pelo novo hospital.

No ano seguinte, foi a vez de Santa Inês receber uma unidade de alta complexidade com o Hospital Macrorregional Tomás Martins, que passou a ser gerenciado pelo Instituto em parceria com a SES. Em São Luís, o Centro de Referência em Neurodesenvolvimento, Assistência e Reabilitação de Crianças (Ninar) dava nova esperança aos pais para o tratamento de crianças com doenças que afetam o neurodesenvolvimento. Nas maternidades, a saúde da mulher e do recém-nascido ganhou atenção com o projeto Pequeno Maranhense, que oferece às mães que realizam o pré-natal um kit para os primeiros cuidados com o bebê.

A qualidade do trabalho realizado garantiu a gestão de novos equipamentos inaugurados em 2017: UTI Materna – instalada dentro da Maternidade de Alta Complexidade do Maranhão –, Casa de Apoio Ninar – unidade que funciona como extensão do atendimento feito pelo Ninar e que abriga pais de crianças em tratamento –, e Hospital Regional de Balsas – unidade de referência no atendimento de média e alta complexidade, gestação de alto risco e risco habitual, pediatria e cirurgia geral na região.

Outra inovação oferecida às mulheres que dão à luz nas maternidades Benedito Leite e Nossa Senhora da Penha e no Hospital Regional de Balsas foi o projeto Primeiro Olhar. A primeira foto do bebê é produzida dentro da unidade e entregue à mãe em um encarte com informações sobre a criança, como peso, altura, horário do nascimento e nome do profissional que fez o parto, além das marcas dos pés do recém-nascido.

Em 2018, foi a vez de ampliar o acesso da população a um atendimento odontológico de qualidade por meio da inauguração da Unidade de Especialidades Odontológicas do Maranhão (Sorrir), em São Luís. O novo serviço é referência em atenção à saúde bucal da região Nordeste e também está sob gestão compartilhada entre Acqua e SES.

A parceria com o Governo do Maranhão tem transformado a história de centenas de milhares de maranhenses e garantido que o direito de acesso à saúde seja uma realidade para todos que buscam atendimento em uma unidade pública.