Instituto Acqua oferece serviços de saúde gratuitos em ação social na área Itaqui-Bacanga em São Luís (MA)

21 de Junho de 2018

Iniciativa, marcada para este sábado (23/6), pretende reforçar o combate ao câncer de colo de útero

A comunidade do bairro Anjo da Guarda, situada na área Itaqui-Bacanga, em São Luís (MA), contará com serviços gratuitos de saúde neste sábado (23/6), das 8h às 12h, na Maternidade Nossa Senhora da Penha. O Instituto Acqua, em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde do Maranhão (SES), promoverá ação social aberta à população, com oferta de testes de glicemia, aferição de pressão arterial, exame preventivo do câncer de colo de útero (papanicolau), aplicação de flúor, vacinação e oficinas voltadas aos cuidados com recém-nascidos. A ação será realizada na área interna da unidade.

Coordenadora das unidades do Maranhão e diretora do Instituto Acqua, Paula Assis, destaca que anualmente a instituição estabelece investimentos sociais na área da saúde. “O Acqua compreende que a população de baixa renda não acessa com regularidade os atendimentos básicos de saúde, por isso, nossas atividades aproximam os serviços das famílias e contribuem efetivamente para a prevenção de doenças”, afirma.

Para a diretora geral da Maternidade Nossa Senhora da Penha, Luciana Ferreira, despertar a temática do câncer de colo de útero e levar serviços de atenção à população mobilizam cuidados que devem ser adotados no dia a dia. “Com esta iniciativa reforçaremos principalmente o combate ao câncer de colo de útero, além de podermos sinalizar para a população a necessidade de fazer o acompanhamento pontual da pressão arterial, índice de glicemia e cuidados com a saúde bucal”, explica.

O acesso aos serviços é gratuito e há pré-requisito apenas para o exame preventivo do câncer de colo de útero. Para a realização, a mulher deve estar há três dias sem relações sexuais, não usar duchas e cremes vaginais antes do exame e não estar no período menstrual. O Instituto Nacional de Câncer (INCA) estima que para cada ano do biênio 2018/2019 sejam diagnosticados 16.370 novos casos de câncer de colo do útero no Brasil, com um risco estimado de 15,43 casos a cada 100 mil mulheres, resultado que coloca o País na terceira posição do levantamento.