Maternidade de Alta Complexidade do Maranhão sediará sala especializada em urgências e emergências obstétricas

10 de Abril de 2019

Serviço será inaugurado nesta quinta-feira (11/04) na Maternidade de Alta Complexidade do Maranhão, em São Luís, e atenderá 60 municípios

A Maternidade de Alta Complexidade do Maranhão (MACMA), localizada em São Luís, conta a partir desta quinta-feira (11/04) com nova sala de atenção às urgências e emergências obstétricas. A inauguração reforça as ações de enfrentamento à mortalidade materno-infantil no estado a partir da unidade que é gerenciada pelo Instituto Acqua e Secretaria de Estado da Saúde (SES).

O serviço instalado na sala CUIDAR dará suporte 24h, todos os dias da semana, para 67 unidades de saúde de 60 municípios maranhenses que conduzem gestantes no estado. Seis enfermeiros obstetras especializados e treinados farão o atendimento das ligações e conduzirão a aplicação dos protocolos. Durante a entrega da sala, os hospitais receberão da SES uma caixa com dois kits de emergências obstétricas.

Os avanços na saúde materna no Maranhão foram reconhecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU). A organização intergovernamental, criada para promover a cooperação internacional, publicou reportagem informando a marca histórica de zero morte materna na Regional de Saúde de Balsas em um período que ultrapassou 400 dias.

A conquista foi alcançada com os investimentos feitos pelo Governo do Estado e administração do Instituto Acqua frente aos serviços do Hospital Regional de Balsas; além de outras ações em conjunto com a gestão municipal e organizações, como a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), organização internacional de saúde pública mais antiga do mundo, e Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

Referência – Além de segurança às gestantes e puérperas, proporcionada pelo pré-natal em ambulatórios de alto risco e UTI Materna, a MACMA também dispõe de UTI Neonatal. A UTI Materna oferece estrutura completa com 8 leitos, um isolamento para casos com potencial de contaminação, equipe multiprofissional qualificada e equipamentos de amplo monitoramento que garantem acolhimento acolhedor, dinâmico e eficaz.

Os bebês nascidos prematuros são atendidos inicialmente nas Unidades de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN). Depois, vão para Unidade de Cuidado Intermediário Convencional (UCINCo) onde as mães acompanham a dieta e outros cuidados até o bebê ganhar peso. Por fim, a terceira etapa é Unidade de Cuidado Intermediário Neonatal Canguru (UCINCa), onde são estimulados o vínculo materno e o desenvolvimento completo do bebê.