Mutirão oftalmológico realiza 277 atendimentos no Hospital Tomás Martins em Santa Inês (MA)

21 de Agosto de 2017

Atividade incluiu consultas, exames e cirurgias de catarata e pterígio para moradores da região regulados pela Secretaria de Estado da Saúde

O segundo dia de atividades em comemoração ao primeiro ano de funcionamento do Hospital Macrorregional Tomás Martins, em Santa Inês (MA), foi marcado por um mutirão oftalmológico. A ação registrou 277 atendimentos, entre consultas, exames e cirurgias de catarata e pterígio para pacientes regulados pela Secretaria de Estado da Saúde (SES). O hospital está sob gestão da parceria Instituto Acqua e SES.

Um dos casos atendidos foi o do pescador Antônio Carlos de Andrade, 70 anos, que aguardava na lista de espera para realizar a cirurgia. “Estou achando ótimo o atendimento. Eu esperava por esse beneficio desde o ano passado e agora chegou. Me falaram que ia ter o mutirão e resolvi procurar”, contou o morador da cidade de Pindaré-Mirim enquanto aguardava o momento de passar pela cirurgia de catarata.

Do total de atendimentos, 163 foram na sexta-feira (18/8), sendo 82 procedimentos de catarata, 40 consultas e 41 agendamentos de cirurgias para 29 de setembro. No sábado (19/8) foram feitas 111 intervenções cirúrgicas, sendo 82 de catarata e 29 de pterígio. Nesse dia, apenas três pacientes não precisaram de cirurgia após passar em consulta.

A lavradora aposentada Maria Terezinha da Conceição, 66 anos, moradora de Santa Inês, também falou da importância do mutirão. “Eu já tinha passado em consulta e o médico disse que eu tinha catarata em um olho e que precisava operar. Era o mutirão que estávamos precisando em nossa cidade. Estou feliz porque vou ficar bem”, comemorou.

A catarata gera uma opacidade do cristalino (lente natural do olho). Pessoas com a doença têm a visão embaçada, o que torna mais difíceis tarefas básicas como ler, dirigir ou interpretar expressões faciais.

Importância – “É um orgulho para todos que compõem o Hospital Macrorregional Tomás Martins oferecer um serviço de qualidade como este mutirão. Estamos levando qualidade de vida a muitas pessoas e isso mostra o compromisso também do Governador do Estado, que mesmo em tempos de crise tem atendido esse tipo de necessidade da sociedade”, frisou Antônio Jorge Matias, diretor geral da unidade.

Referência em atendimento nas áreas clínica, ambulatorial, cirúrgica e UTI (Unidade de Terapia Intensiva), o hospital atende a população de Santa Inês e de outras 21 cidades, como Alto Alegre do Pindaré, Araguanã, Bela Vista do Maranhão, Bom Jardim, Centro do Guilherme, Cajari e Governador Newton Bello, entre outras.

A programação da semana de aniversário conta ainda com diversas atividades. Treinamento dos profissionais sobre reanimação cardiopulmonar (RCP) aconteceu nesta segunda-feira (21/8). Uma ação social na praça da Igreja Matriz, no centro de Santa Inês, está prevista para o dia seguinte. A atividade gratuita começa às 8h e contará com atendimentos de saúde, como aferição de pressão arterial e testes de glicemia, entre outros.

Uma confraternização entre os profissionais será feita no dia 25, às 15h. Haverá entrega de brindes, sorteios e apresentação do balanço das ações.

A 1ª Corrida pela Vida encerra a programação, no dia 27. O intuito é estimular a prática de atividades físicas entre profissionais de saúde e comunidade. A concentração será na Avenida das Laranjeiras (em frente à imagem de Santa Inês), às 7h.