contato@institutoacqua.org.br

Em 3 anos de funcionamento, Unidade Odontológica Sorrir (MA) dá exemplo durante pandemia

30/03/2021

Unidade de Especialidades Odontológicas do Maranhão teve readequações e novos protocolos para garantir a segurança de pacientes e profissionais em meio a pandemia do novo coronavírus

O atendimento na Unidade de Especialidades Odontológicas do Maranhão (Sorrir), localizada em São Luís (MA), chegou a 77% do volume em 2020 – comparado ao ano de 2019. A unidade administrada pelo Instituto Acqua em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (SES) adotou novos protocolos para garantir a segurança e evitar a transmissão da Covid-19 aos pacientes e profissionais. Neste mês o Sorrir completou três anos de atividades.

Cuidar da saúde bucal é fundamental para evitar o agravamento de alguns quadros clínicos. Postergar o tratamento de uma obturação pode resultar no futuro, por exemplo, em um canal. O Sorrir fechou as portas no início da pandemia por cerca de 15 dias para readequar o espaço, adquirir material para prevenção e treinar os profissionais.

“A princípio a recomendação era atender apenas urgência e emergência como fraturas, abcessos, processos inflamatórios. Conseguimos avaliar que os protocolos adotados funcionavam e por isso em junho voltamos com 30% da capacidade do atendimento de consultas e procedimentos eletivos e em agosto já voltamos com 100%. Adiar um tratamento odontológico só agrava o quadro, o que seria simples e rápido de resolver, quanto mais tempo adiado pior será”, explicou o diretor da Sorrir, Fabricio Saraiva.

Entre as ações está a redefinição de fluxo de atendimento para evitar aglomeração na sala de espera e tempo para higienizar os consultórios a cada troca de paciente. Os profissionais utilizam os equipamentos de proteção individual (EPI’s), com uso de máscaras, face shield, luva, gorro, óculos de proteção e avental impermeável e descartável e um enxágue bucal que elimina parte da flora microbiana que se desenvolve na boca e na parte superior da garganta, com o objetivo de reduzir a possível quantidade do vírus em aerossóis produzidos durante a consulta.

Os pacientes são orientados a higienizar as mãos com água e sabão ou álcool em gel 70%, respondem a um questionário para identificar se há sintoma gripal, se teve contato com alguém infectado pelo coronavírus, se viajou para área de risco e é aferida a temperatura. Ainda como medida de prevenção, a entrada dos acompanhantes foi limitada, os adultos entram sozinhos, e os idosos e as crianças com apenas um acompanhante.

Idelcilene Fonseca, 32 anos, precisou de atendimento de emergência e ficou aliviada ao perceber o cuidado da equipe para evitar a transmissão do Covid-19. “Logo ao chegar foram tomadas as providências necessárias com as medidas de prevenção ao Coronavírus. Foi muito bom estar em funcionamento, pois meus dentes inflamaram causando dores e desconforto. Meu atendimento foi muito bom, fui orientada sobre os exames e o procedimento que seria feito. Era necessário fazer a cirurgia para tirá-los já que poderiam inflamar novamente”, disse.

As consultas de urgência e emergência em 2020 foram 56% do total deste tipo de atendimento em 2019, os procedimentos odontológicos 64% em relação ao mesmo período, as consultas eletivas somaram 52% e os exames 57% na comparação com o ano anterior.

Um dos diferenciais desta unidade de saúde é o atendimento odontológico para pessoas com deficiência, mal de Parkinson, Alzheimer, sequelas de AVC (Acidente Vascular Cerebral), autismo, entre outros. “Em 2020, o Sorrir garantiu o atendimento a estes pacientes mesmo com a pandemia. Conseguimos realizar 77% dos atendimentos em relação a 2019. Foi fundamental retomar o atendimento destes pacientes, que necessitam dar continuidade ao tratamento, porque quanto mais adia pode se perder parte do que já foi realizado ou agravar o quadro também o que nesses casos é ainda pior”, explicou Saraiva.

Para Samir Siviero, diretor-presidente do Instituto Acqua, garantir atendimento com segurança é mais do que compromisso, é responsabilidade com a população. “Garantimos à população de São Luís e do interior atendimento odontológico mesmo em meio a pandemia do novo coronavírus. Sabemos que as medidas adotadas pela unidade estão sendo cuidadosamente aplicadas e seguir ofertando os serviços é garantir mais qualidade de vida. É claro que cada ação está em consonância com as orientações das organizações de Saúde e do Governo do Estado”, pontuou.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *