contato@institutoacqua.org.br

Hospital de Trauma de João Pessoa (PB) celebra 18 anos com atividades para colaboradores

12/08/2019

Unidade referência em casos de alta e média complexidade atende mensalmente 7 mil pessoas e está sob gestão do Instituto Acqua em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba; música ao vivo integrou equipes

Alegria e emoção marcaram as festividades do 18º aniversário do Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa (PB), na última sexta-feira (09/08). A solenidade foi acompanhada por dezenas de colaboradores, diretoria e acompanhantes de pacientes. A unidade é gerenciada pelo Instituto Acqua em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (SES).

Para o diretor-geral da unidade, Leonardo Leite, o sucesso do Hospital de Trauma está atribuído aos indicadores positivos. “Ter o apoio do Governo do Estado e do Secretário de Estado da Saúde, Geraldo Medeiros, é o que nos faz trabalhar com muita tranquilidade e serenidade. Os números e indicadores só ratificam que a unidade hospitalar cresce a cada dia”, ressaltou.

O diretor-geral ainda falou sobre o novo pacote de ações do Hospital de Trauma. “Estamos com um plano de ação para aumentar o número de cirurgias. No mês de julho superamos a meta e realizamos 650 cirurgias. Nosso objetivo é aumentar a rotatividade de leitos. Fomos também selecionados em conjunto com o Hospital Estadual de Trauma de Campina Grande para participar de um projeto do Hospital Sírio Libanês, de São Paulo. Somos acreditados nível 2 e estamos em busca da excelência. Estamos melhorando os indicadores, os processos e o fluxo a cada dia para trazer maior satisfação para a população”, completou.

Segundo o superintendente do Instituto Acqua na Paraíba, Valderi Ferreira, a organização social chegou para trazer melhorias aos pacientes e funcionários. “Nestes 40 dias que estamos à frente do Hospital de Trauma percebi o comprometimento de cada funcionário desta unidade de saúde. A ideia de pertencimento é geral e valorizamos muito isso. Foi um dia festivo e inicia uma nova etapa, portanto vamos em busca de novos desafios e tenho certeza que ao lado do Governo do Estado vamos realizar um belo trabalho”, frisou.

O coronel Lucas Medeiros, que recentemente esteve à frente da intervenção do Hospital de Trauma, participou da solenidade, agradecendo o momento que passou na instituição. “Satisfação enorme em voltar aqui e ver a alegria estampada no rosto de cada funcionário. Com certeza é o reflexo dos melhores serviços oferecidos aos pacientes, como também aos colaboradores que estão motivados. Isto, se evidencia, graças a uma retaguarda que a intervenção teve por parte do Governo da Paraíba. Para mim é uma enorme alegria participar desta festa”, comemorou.

A funcionária Emanoela Neves aproveitou para agradecer ao Hospital de Trauma por ter aprendido com a instituição. “O hospital tem sido uma escola para mim. Entrei uma menina e hoje já sou uma mulher, mãe e continuo crescendo nesta instituição. Estar no Trauma é sinônimo de crescimento e sou muito feliz em fazer parte desta família”, salientou.

Durante o evento, participantes ouviram repertório de Música Popular Brasileira (MPB), participaram de um lanche oferecido pela unidade e cantaram o tradicional parabéns. Para comemorar a festividade, também foi realizada uma missa pelo padre da paróquia São Pedro e São Paulo e capelão do Hospital de Trauma há 17 anos, José Carlos Ferreira Serafim. Ele aproveitou a oportunidade para parabenizar todos os colaboradores e rezou pelos enfermos do hospital.

Ao longo dos 18 anos, o complexo hospitalar passou a atender toda 1ª Macroregião da Paraíba, que abrange 60 municípios e tornou-se referência na área de politraumatismo. Cerca de 2 mil colaboradores compõem o quadro de funcionários. O Hospital de Trauma possui 287 leitos instalados, sendo 25 de UTI adulto. São seis salas de cirurgias, o que corresponde a 400 procedimentos cirúrgicos mensais. Além de ter um centro de diagnóstico próprio, Laboratório de Análises Clínicas – premiado quatro vezes consecutivas, Agência Transfusional e uma Central de Transplantes/Banco de olhos.

A unidade de saúde é referência em casos de alta e média complexidade, atendendo mensalmente cerca de 7 mil vítimas nas áreas de traumatologia-ortopedia, neurocirurgia, Acidente Vascular Cerebral (AVC), Unidade de Tratamento de Queimados (UTQ) e as unidades de terapia intensiva para adultos e pediátrica, além do atendimento a pessoas vítimas de violência sexual.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *