contato@institutoacqua.org.br

Hospital Dr. Carlos Macieira (MA) recebe equipe do Todos pela Saúde

17/06/2020

Projeto do Itaú Unibanco tem objetivo de enfrentar o novo coronavírus e seus efeitos; encontro reuniu representantes de unidades estaduais de saúde que são referência no tratamento da doença no Maranhão

Nos dias 17 e 18 de junho, o Hospital Dr. Carlos Macieira (HCM), em São Luís, mantém agenda com representantes de hospitais e maternidades estaduais e a equipe do projeto Todos pela Saúde – iniciativa do Itaú Unibanco. O hospital, referência para casos de Covid-19, é gerenciado pelo Instituto Acqua em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (SES).

O primeiro encontro realizado nesta quarta-feira contou com a presença de diretores e representantes das unidades: Hospital Dr. Carlos Macieira, Hospital de Cuidados Intensivos (HCI), Hospital Dr. Genésio Rêgo, Hospital Real Aliança e Maternidade de Alta Complexidade do Maranhão, e dos consultores do projeto, Emerson Matos e Rafael Nicolaidis.

A Secretaria de Estado da Saúde e o Instituto Acqua firmaram parceria com o projeto desenvolvido pelo banco com apoio de diversas instituições de saúde, incluindo a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o Hospital Albert Einstein e o Hospital Sírio-Libanês. A iniciativa tem como objetivo colaborar no enfrentamento ao novo coronavírus e seus efeitos.

“O Todos pela Saúde tem objetivo de mitigar os efeitos da pandemia por meio de treinamento com ferramentas de gestão, apoio à iniciativas de comunicação (campanhas) e através de doação de equipamentos”, explicou o médico Rafael Nicolaidis, consultor do projeto pelo Hospital Sírio-Libanês.

O projeto é desenvolvido em todos os estados brasileiros. Essa é a segunda visita da equipe ao Maranhão que, inicialmente, visitou as unidades de saúde para criar gabinetes de crise e fortalecer aqueles que já existiam. “Os hospitais do Maranhão têm apresentado bons resultados por terem sido bastante receptivos ao uso das ferramentas de gestão e também pela articulação com os hospitais de referência, os macrorregionais”, disse o consultor.

Durante os dois dias de agenda no Maranhão, os consultores e diretores das unidades de saúde vão alinhar estratégias e indicadores com uso de ferramentas de governança clínica, como o Plano de Alta e o Método Daily Huddle, que sugere tomada de ação rápida no gerenciamento de crises. Além das visitas locais nas capitais brasileiras, os consultores também realizam tutoria online aos dirigentes de unidades de saúde regionais.

Com formação em medicina de emergência, Rafael Nicolaidis, lembrou ainda que a estrutura de um gabinete de crise é temporária. “Quando a gente fala que a unidade de saúde precisa gerenciar uma crise é quando há uma desproporção trágica entre a demanda de atendimento e a capacidade de resposta, situações como a atual pandemia ou quando acontece um acidente, como foi o caso do incêndio na Boate Kiss”, lembrou.

Todos pela Saúde – O Itaú direcionou R$ 1 bilhão para financiar as atividades do Todos pela Saúde. Os recursos aportados são administrados por um grupo de especialistas liderado pelo médico Paulo Chapchap, doutor em clínica cirúrgica pela Universidade de São Paulo e diretor-geral do Hospital Sírio-Libanês. Esta equipe define as ações a serem financiadas, de forma que as decisões estratégicas sejam respaldadas por premissas técnicas e científicas.

Em seu primeiro mês de atividades, várias ações já foram realizadas, entre elas a compra de 90 milhões de EPIs, 20 milhões de máscaras de pano e a instalação de gabinetes de crise em todo o Brasil. As informações detalhadas estão em www.todospelasaude.org.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *