contato@institutoacqua.org.br

Hospital Dr. Jackson Lago (MA) coleta 82 bolsas de sangue em Campanha de Doação

06/11/2019

Iniciativa foi organizada pela Agência Transfusional do hospital em conjunto com a Hemomar e promovida pelo Instituto Acqua em Ação; unidade de saúde é gerenciada pelo Instituto Acqua em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (SES)

Um dia para ajudar a quem precisa. Foi com essa premissa que doadores voluntários participaram da Campanha de Doação de Sangue promovida, na última terça-feira (05/11), pelo Hospital Regional da Baixada Maranhense Dr. Jackson Lago, no município de Pinheiro (MA). A iniciativa integra o Instituto Acqua em Ação, vertente social do Instituto Acqua, que gerencia o hospital em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (SES).

A campanha foi organizada pela equipe da Agência Transfusional do hospital e teve o apoio do Centro de Hemoterapia e Hematologia do Maranhão (Hemomar). O serviço da agência funciona desde 2015 e a campanha é realizada há 4 anos.
“A demanda da agência aumentou em mais de 40% por conta da ampliação dos serviços de hemodiálise e a quantidade de internações e cirurgias. Todos os anos realizamos a campanha em parceria com a Hemomar”, destacou a bioquímica da Agência, Glaucejane Canindé Chaves.
Além do sangue, o acadêmico de Biologia, Lucas Daniel Sousa Rodrigues, 19 anos, saiu do município de Bequimão e gastou menos de duas horas para participar da campanha no Hospital de Pinheiro. Ele falou que já tem o hábito de doar sangue a cada dois meses. “O sangue que estou doando não vai me fazer falta, mas pode ajudar uma vida que está precisando. Para quem nunca doou, acho importante fazer essa reflexão. A gente tem que parar pra pensar na dor do outro”, refletiu.
As doações tiveram início às 8h e prosseguiram até às 17h. A campanha teve ampla divulgação na região da Baixada Maranhense e atraiu a participação de estudantes universitários da área da saúde, alunos de escolas federais e municipais, moradores de cidades próximas e os colaboradores do hospital. Ao todo, foram coletadas 82 bolsas de sangue.
O casal Maria Vânia Alves da Silva e Edson Carlos Gomes foram juntos doar. O incentivo foi compartilhado entre eles após assistir divulgação da campanha em programa de televisão da cidade. “Vi na TV e falei pra ele ir doar. Como ele decidiu vir eu resolvi acompanhar e doar também”, disse Maria Vânia. “Acho que muita gente ainda não vem porque tem medo ou diz que não tem tempo. Eu espero que se um dia precisar alguém também faça o mesmo por mim”, falou Edson.
Profissionais do Hemonúcleo de Pinheiro, que integra a Hemomar, realizaram os procedimentos de coleta e forneceram informações sobre a importância da doação e os benefícios para doadores e receptores. O doador voluntário precisa ter entre 16 e 69 anos, sendo que os menores de 18 anos precisam apresentar o consentimento do responsável para realizar o ato. O doador também precisa estar em boas condições de saúde, sem sintomas de pressão alta ou pressão baixa e ter peso mínimo de 50 kg. Homens podem doar a cada dois meses, no intervalo de 4 doações por ano. Mulheres, a cada três meses devido o fluxo menstrual.
As etapas de doação na campanha iniciaram com preenchimento de uma ficha de cadastro, exames de pré-triagem, com a verificação da pressão arterial, pesagem, teste de anemia, e depois a triagem com um especialista antes da coleta. Os doadores que chegaram em jejum receberam alimentação saudável com lanches e suco. Na segunda etapa de triagem, eles são avaliados por um médico sobre antecedentes de saúde, se teve alguma doença grave, infecções, se tomou vacina ou realizou algum procedimento cirúrgico ou dentário recentemente.
Emília Maria dos Santos Abreu, assistente social e articuladora das campanhas de doação do Hemonúcleo de Pinheiro, explica que a região abrange 14 municípios e a demanda de coleta aumentou com a implantação da agência transfusional. “A doação direcionada (aquele que o doador destina o sangue a um paciente) ainda é maior que a voluntária, por isso a importância das campanhas. Novembro é o mês dos doadores voluntários de sangue. E é muito importante divulgar essas ações. Nós também já realizamos o cadastro de doação de medula óssea”, informou.
Os doadores do Maranhão cadastrados na Hemomar têm direito a benefícios sociais. Cada doador recebe uma carteira e após a segunda doação tem direito a isenção de pagamento de taxa em concurso público, entradas gratuitas em espetáculos e os funcionários públicos têm direito a um dia de folga.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *