contato@institutoacqua.org.br

Hospital Regional de Cirurgias da Grande Dourados (MS) inicia ciclo de palestras sobre prevenção ao câncer de mama e colo de útero

10/10/2019

Atividade marcou abertura da programação alusiva à Campanha Outubro Rosa, nas unidades de saúde gerenciadas pelo Instituto Acqua em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (SES) no Mato Grosso do Sul

O Hospital Regional de Cirurgias da Grande Dourados (MS) iniciou a campanha ‘Outubro Rosa’ nesta quarta-feira (09/10) com palestra a pacientes e colaboradores, além de distribuição de panfletos sobre autoexame de mama. Estão programadas atividades semanais durante o mês de outubro, com foco na prevenção do câncer e saúde da mulher. O hospital é gerenciado pelo Instituto Acqua em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (SES). Além das palestras, a unidade realizará a coleta de exame preventivo para as colaboradoras e workshop de automaquiagem.

“Preparamos uma programação especial, pensando em incentivar a prevenção de câncer de mama e de colo de útero. O autoexame e prevenção são importantes, pois quando descoberta a doença na fase inicial, as chances de cura aumentam. Também vamos disponibilizar exame preventivo de câncer de colo de útero para todas as colaboradoras da unidade. Essas ações unem a equipe e criam um vínculo com a comunidade”, disse a enfermeira e coordenadora da Comissão de Controle de Infecções relacionada à saúde, Millaine Ximenes.

Durante a ação, a enfermeira responsável pela educação permanente, Inacia Eloir, explicou para as pacientes e colaboradores sobre como realizar o autoexame de mama e como funciona para agendar exames de mama na rede SUS.

“A detecção precoce é um dos métodos mais eficientes utilizados para o diagnóstico do câncer. No caso do câncer de mama, sabe-se que 95% dos casos diagnosticados no início têm possibilidade de cura. A orientação é que a mulher realize a autopalpação das mamas sempre que se sentir confortável, seja no banho, no momento da troca de roupa ou em outra situação do cotidiano. É importante que o autoexame seja feito com atenção e que a mulher procure atendimento médico se notar pequenas alterações mamárias”, explicou.

De acordo com dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA), o câncer de mama é o tipo da doença mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil. O Ministério da Saúde recomenda que a mamografia de rastreamento (exame realizado quando não há sinais nem sintomas suspeitos) seja ofertada para mulheres entre 50 e 69 anos, a cada dois anos.

Para a operadora de caixa Tatiane Romera, 33 anos, a campanha promove incentivo. “Chega outubro e nós já lembramos que temos que fazer os exames e checar se está tudo bem com a nossa saúde, prevenção é a chave”, afirmou. “É a oportunidade de lembrarmos a todos da importância dos exames anuais e reforçar a prevenção até mesmo entre nós profissionais de saúde”, comentou a técnica de enfermagem Telma Vaz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *