contato@institutoacqua.org.br

Hospital Regional de Ponta Porã (MS) inicia ciclo de capacitações sobre manejo clínico da dengue

07/02/2020

Capacitação atualiza médicos e enfermeiros sobre novos protocolos; unidade é gerenciada pelo Instituto Acqua por meio de parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (SES) do Mato Grosso do Sul

O Hospital Regional Dr. José de Simone Netto, em Ponta Porã (MS), gerenciado pelo Instituto Acqua em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (SES), iniciou na última terça-feira (04/02) ciclo de palestras sobre o diagnóstico e manejo clínico da dengue. A ação reuniu médicos e enfermeiros e tem intuito de atualizar a equipe multidisciplinar sobre os protocolos preconizados pelo Ministério da Saúde. As palestras seguirão nos dias 11 e 13 de fevereiro, conduzidas pelo infectologista Pablo Marinho Custódio.

“O vírus da dengue são arbovírus transmitidos por artrópodes. A infecção pelo vírus pode ser assintomática ou sintomática. Normalmente, a primeira manifestação da dengue é a febre alta de início abrupto, que geralmente dura de 2 a 7 dias, acompanhada de dor de cabeça, dores no corpo e articulações, além de prostração, fraqueza, dor atrás dos olhos, erupção e coceira na pele. Perda de peso, náuseas e vômitos também são comuns e alguns casos pode apresentar manchas vermelhas na pele”, explicou o médico infectologista, Pablo Marinho Custódio.

A capacitação abordou diagnóstico, protocolos e manejo clínico em adultos e crianças. O médico ressaltou sobre como se manifestam as formas graves da doença. “As formas graves da doença podem manifestar-se com extravasamento de plasma, levando ao choque ou acúmulo de líquidos com desconforto respiratório, sangramento grave ou sinais de disfunção orgânica como o coração, os pulmões, os rins, o fígado e o sistema nervoso central”, afirmou.

O diretor-técnico da unidade, Antônio Martinussi, ressaltou a importância da capacitação no período de chuvas, quando ocorre maior incidência da doença. “Nessa época chuvosa, percebemos o aumento de pacientes com os sintomas da doença. Organizamos essa ação para atualizar nossa equipe de médicos e enfermeiros visando a segurança dos nossos pacientes”, pontuou.

Casos da Doença – De acordo com dados do boletim epidemiológico disponibilizado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES), entre os dias 1º de janeiro e 4 de fevereiro de 2020 foram registrados 9.053 casos de dengue no Mato Grosso do Sul. No ano passado foram registrados 1.099 casos da doença em Ponta Porã e um total 40.362 casos no estado.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *