contato@institutoacqua.org.br

Maternidade de Alta Complexidade do Maranhão é aprovada em projeto Lean nas Emergências do Ministério da Saúde e Sírio-Libanês

10/01/2020

Lean nas Emergências é desenvolvido por meio do Proadi/SUS em parceria com o Hospital Sírio-Libanês; maternidade é a primeira das unidades de saúde gerenciadas pelo Instituto Acqua no Maranhão a participar do projeto

A Maternidade de Alta Complexidade do Maranhão (MACMA) acaba de integrar o projeto Lean nas Emergências. A iniciativa criada pelo Ministério da Saúde, desenvolvida por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do SUS – Proadi/SUS, e executada em parceria com o Hospital Sírio-Libanês, de São Paulo, tem objetivo de reduzir em até 45% o tempo do paciente nas emergências em hospitais públicos. O comunicado oficial foi divulgado na última terça-feira (07/01).

Gerenciada pelo Instituto Acqua em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (SES) Do Maranhão, a MACMA participará do projeto no triênio de 2020 a 2022, com a proposta de reestruturar serviços de urgência e emergência, capacitar os profissionais e implantar protocolos clínicos. Apoiado pelo uso da Metodologia Lean, o projeto avalia e desenvolve princípios e técnicas operacionais que reduzem o desperdício de recursos, aprimora valores e uma filosofia de qualidade que alcança todos os setores e, principalmente, melhora o fluxo de atendimento aos pacientes.

“Essa metodologia que vamos implantar na maternidade vem trazer mais benefícios. O resultado será na melhoria da produção do hospital porque aumenta a produtividade com a rotatividade dos leitos, rapidez no tempo de alta das pacientes, diminuição da fila de espera e melhoria no faturamento. É mais qualidade de vida e saúde para o público atendido pela unidade de saúde”, explicou o diretor-geral da maternidade, Hilmar Hortegal.

No III Congresso Brasileiro de Auditoria em Saúde, realizado em Fortaleza (CE), em julho do ano passado, a gerente-administrativa da maternidade, Margarida de Carvalho Neta, pôde conferir casos de sucesso de unidades de saúde que aderiram ao projeto Lean e visualizou de que forma a MACMA poderia alcançar os mesmos resultados. “A partir de então, dialogamos com a equipe de direção da maternidade, que considerou importante participarmos do projeto, e encaminhamos ofício à equipe da Secretaria de Estado da Saúde solicitando o interesse da unidade em se inscrever. A inscrição foi feita pela SES”, explicou Margarida.

Em 30 de setembro de 2019, a direção da maternidade recebeu ligação da equipe do Hospital Sírio Libanês informando que a unidade iria participar de uma etapa prévia para aprovação no projeto e que consistia na execução diária de tarefas e metas acompanhadas pela consultoria do hospital. “Recebemos visita do consultor do Sírio Libanês no dia 17 de dezembro e de lá até o dia 6 de janeiro estamos cumprindo todas as tarefas diárias para que conseguíssemos ser aprovados no projeto”, complementou a gerente-administrativa da MACMA.

As tarefas citadas por Margarida estão apoiadas em dois principais indicadores para execução da metodologia. São eles, o NEDOCS (sigla em inglês para Escala de Superlotação do Departamento Nacional de Emergência), que mede o grau de superlotação do Pronto Socorro e o risco dela para aos pacientes, e a LOS (sigla em inglês para Length of Stay), que mede tempo de permanência do paciente no Pronto Socorro, com ou sem internação.

Diariamente, a equipe coleta dados e visita todos os setores em dois turnos diferentes, às 10h e às 16h. Essas informações são organizadas em uma planilha encaminhada para equipe de consultoria do Hospital Sírio Libanês. A próxima etapa do cronograma do projeto é receber visita de um consultor, ainda em janeiro. “Essas visitas serão quinzenais e teremos também uma comissão da maternidade que irá para São Paulo participar de capacitação no Sírio Libanês. Depois, teremos também metas mensais a cumprir”, informou Margarida Neta.

A metodologia Lean é reconhecida internacionalmente e contribui na identificação dos pontos de interrupção na rapidez do fluxo de atendimento em todos os setores. Os indicadores incluem todos os protocolos já utilizados pela maternidade. “É uma filosofia nova de trabalho e de assistência em saúde. As metas têm gerado um estímulo para toda equipe, dando mais dinamismo e agilidade, com o empenho de todos”, finalizou Margarida.

Selo de qualidade – O projeto Lean nas Emergências será executado em 3 anos. A direção da Maternidade de Alta Complexidade tem avançado em projetos de melhoria contínua da unidade de saúde, que é referência no atendimento à saúde materno-infantil de forma humanizada e multidisciplinar, proporcionando acolhimento às gestantes classificadas de alto risco, puérperas, bebês e familiares. Além de segurança às gestantes e puérperas, proporcionada pelo pré-natal em ambulatórios de alto risco e UTI Materna, a maternidade também dispõe de UTI Neonatal.

Ainda no começo deste ano, a maternidade foi reconhecida novamente pela Iniciativa Hospital Amigo da Criança (IHAC), que promove a adoção de práticas facilitadoras da amamentação. A ação consiste no treinamento dos profissionais de saúde dos hospitais para o cumprimento dos 10 passos para o sucesso do aleitamento materno. A estratégia é usada no mundo pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e Unicef. Foi lançada em 1991, com o intuito de promover, proteger e apoiar o aleitamento materno no âmbito hospitalar. A unidade já havia recebido o Selo de Hospital Amigo da Criança, mas precisou realizar monitoramento, o que resultou no novo reconhecimento.

O Maranhão, com a Maternidade de Alta Complexidade, ficou em primeiro lugar no cumprimento das metas com outros 16 estados brasileiros, cumprindo 100% das exigências. Além da unidade estadual, aparecem no ranking o Hospital Universitário – Unidade Materno Infantil e a Maternidade São José, em Balsas, que é da rede privada.

Outro projeto de destaque é o trabalho de digitalização dos prontuários que avança na catalogação, unificação e digitalização. Até novembro de 2019 foram contabilizados 6.633 prontuários catalogados, 2.157 prontuários unificados e registrados e 5.395 prontuários digitalizados. O prontuário é o documento onde são registrados todos os atendimentos da paciente e intercorrências. A próxima etapa é implantar o sistema digital de todos os prontuários unificados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *