contato@institutoacqua.org.br

No Maranhão, maternidades realizam mamaço para conscientizar sobre importância da amamentação

12/08/2019

Atividade faz parte das ações pela Campanha Agosto Dourado; puérperas de duas unidades gerenciadas pelo Instituto Acqua em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde participaram do ato

As unidades de saúde Maternidade Benedito Leite e Maternidade de Alta Complexidade do Maranhão (MACMA), ambas em São Luís, realizaram dois grandes mamaços na última sexta-feira (09/08). A ação desperta para a conscientização sobre os benefícios da amamentação para a mãe e para o bebê, além de mostrar que a amamentação em público é natural. A atividade integra a Campanha Agosto Dourado realizada nas unidades sob gestão do Instituto Acqua em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (SES).

A supervisora do Banco de Leite da MACMA, Irenildes Rodrigues, falou da importância do mamaço. “É um momento para demonstrar às mães, mesmo as que estejam internadas, que este é um ato de valorização para cada uma delas. O leite materno não tem nenhum substituto. Reforçamos também que as mulheres podem amamentar seus filhos em qualquer lugar e que não precisam andar com bagagem para amamentar seu filho”, pontuou a enfermeira.

Durante a realização do ato, na Maternidade Benedito Leite, as mães receberam um panfleto educativo contendo informações sobre o leite materno, formas de doação e locais para entrega de recipientes de vidro que serão destinados à doação. O material ainda incentivava as mães sobre o destino do leite doado.

Na Roda de Conversa, Ana Caroline Matos Sampaio, 23 anos, mãe de Raana, de um mês, contou sua experiência com a amamentação. “No início foi difícil. Minha filha não estava conseguindo mamar, ela chorava mesmo estando no peito. Meu seio feriu, porém depois com calma e cuidado consegui amamentar. Hoje ela mama demais”, relatou.

Kelma Lucena, coordenadora de enfermagem da Maternidade Benedito Leite, reforçou a importância da rede de apoio no momento de amamentar. “Devemos de forma constante sensibilizar toda a rede de apoio, o pai, a avó, ou qualquer acompanhante para que a amamentação seja fortalecida e não ocorra o desmame precoce. Amamentar é um ato de amor, demanda paciência e não pode ser introduzido nenhum alimento”, frizou.

MACMA – Na Maternidade de Alta Complexidade do Maranhão, além das puérperas da unidade, mães que estão em processo de amamentação também participaram do ato. Com os filhos nos colos, as mães afirmaram a relevância do ato de amamentar.

Acompanhando a filha Vanussa, 19 anos, que deu a luz no último dia (07/08), Núbia Maria de Jesus Silva, 43 anos, exemplificou a importância do apoio à mãe durante os primeiros momentos da amamentação. “Nós ficamos muito felizes quando surge mais uma vida e sabemos que até os seis meses o bebê necessita só do leite da mãe. Além do amor, a mãe precisa do apoio do pai, da avó, da tia, de todo mundo”, lembrou.

Além das duas unidades, nesta semana a Maternidade Nossa Senhora da Penha, também de São Luís, realizará extensa programação voltada para a Campanha Agosto Dourado.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *