Programação de carnaval une alegria e conscientização em unidades de saúde do Acqua

01 de Março de 2019

As atividades envolveram a participação de oito unidades de saúde no Maranhão com palestras, rodas de conversa, blocos e blitze educativas 

Os profissionais do Instituto Acqua vestiram a fantasia para levar alegria e informação aos foliões da capital e do interior do Maranhão na programação de carnaval promovida entre 24 de fevereiro e 1º de março, dentro e fora de oito unidades de saúde gerenciadas pelo Acqua em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (SES).

Palestras, rodas de conversa, testes rápidos de DST’s e IST’s, orientações sobre segurança no trânsito, riscos do uso abusivo de álcool e blocos de carnaval marcaram a programação no Hospital Dr. Carlos Macieira (HCM), Hospital Infantil Dr. Juvêncio Mattos, Hospital Macrorregional Tomás Martins, Hospital Regional de Balsas e nas maternidades de Alta Complexidade do Maranhão, Benedito Leite e Nossa Senhora da Penha.

Na sexta-feira (1/03), a cada sinal vermelho da faixa de pedestre localizada em frente ao Hospital Juvêncio Mattos, os funcionários abriram a faixa do ‘Bloco do Juju’ e entregaram kits com preservativos e informativos alegrando e conscientizando motoristas e pedestres sobre a importância de se prevenir e cuidar do corpo.

“Isso é uma iniciativa positiva. As pessoas estão muito irresponsáveis fazendo sexo sem proteção, disseminando doenças que podem ser controladas”, disse o motorista Carlos Diniz, 51 anos, abordado pelos profissionais durante a ação.

Essa foi a primeira vez que os profissionais saíram da unidade para conscientizar a população na rua, como explica a coordenadora de enfermagem do Hospital Juvêncio Mattos, Deilza Moraes. “O principal objetivo foi mobilizar a população em geral. Nós temos responsabilidade com a comunidade externa. É importante ampliar as ações para além dos usuários das unidades porque a prevenção é uma das nossas metas”, explicou.

A mobilização contou com a participação voluntária das mães que acompanham os filhos internados no hospital infantil por meio da elaboração de máscaras de carnaval feitas com material de papel emborrachado durante as oficinas de arteterapia oferecidas. Na unidade de terapia neonatal, alguns bebês nascidos prematuros ganharam o registro fotográfico fantasiados de super-heróis. Leia mais sobre o tema clicando aqui.

“Faz dois meses que estamos internadas aguardando a recuperação da minha filha, que está com um mês. Alivia um pouco a tensão e eu acho minha filha uma heroína porque ela está enfrentando uma batalha pela vida”, disse Luana Sousa Cardoso, 18 anos, de Carutapera, mãe da pequena Maria Clara, de um mês.

Folia e conscientização - As ações marcaram as ruas com a realização de blitz educativa dos profissionais do HCM no circuito de pré-carnaval da capital maranhense, no dia 24 de fevereiro.

Na segunda-feira (25/02), um bloco de charanga, com instrumentos de sopro, percorreu enfermarias, leitos e corredores do Hospital Dr. Carlos Macieira. No mesmo dia, foram realizadas atividades na Maternidade Benedito Leite e no Hospital Regional de Balsas.

Vestido com uma alegoria simbolizando o preservativo masculino, um dos funcionários da unidade foi apelidado de ‘Camisildo’, trazendo irreverência para a ação de conscientização.

A folia levou esperança para quem espera a brevidade da recuperação, como a professora Pétina Rocha, 39 anos, internada na unidade por conta de um acidente vascular cerebral. “Eu sou do interior e minha família não pôde estar aqui comigo. A gente se sente sozinha no ambiente de hospital e a música traz essa alegria, motiva acreditar que vamos nos recuperar logo”, respondeu emocionada.

“Essa ação é importante porque traz humanização, acolhimento e conforto aos pacientes. Para que eles entendam que mesmo vivendo esse momento de dificuldade, não estão desvinculados da programação cultural e festiva que acontece fora do hospital”, destacou a coordenadora de enfermagem do HCM, Márcia Cunha.

A programação carnavalesca nas unidades do Acqua encerrou com um baile de carnaval promovido pelo Hospital Macrorregional Tomás Martins, em Santa Inês.