contato@institutoacqua.org.br

Saúde do Homem é tema de roda de conversa no Hospital Dr. Jackson Lago (MA)

27/11/2019

Atividade integrou a programação do Novembro Azul; a unidade de saúde é gerenciada pelo Instituto Acqua em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (SES)

No mês da conscientização pela saúde do homem, a equipe de enfermagem do Hospital Regional da Baixada Maranhense Dr. Jackson Lago, em Pinheiro (MA), promoveu, no último dia (19/11), roda de conversa com pacientes e usuários da unidade de saúde abordando temas relacionados à prevenção de doenças em homens, como o câncer de próstata e o câncer de pênis.

A roda foi conduzida pela enfermeira Fernanda Mayara Fernandes Ladwig, que atua como supervisora da Regulação de Leitos na unidade de saúde. Com informações sobre mitos e verdades sobre o câncer de próstata, o papo foi desconstruindo alguns tabus e estimulando os participantes a participarem também dos atendimentos em saúde.

“Como a maioria dos homens ainda têm o hábito de só ir a consultas quando sentem sintomas de alguma doença, aproveitamos o momento da campanha para reforçar a importância do cuidado integral com a saúde, que inclui a prevenção. A dinamicidade do jogo de perguntas e respostas gera empatia e todo mundo acaba aproveitando a descontração para ser melhor informado”, disse Fernanda Ladwig.

Entre os mitos mais comuns, os participantes aprenderam que o câncer de próstata não é uma doença do idoso (apesar do risco para a doença aumentar após os 50 anos), o índice de PSA aumentado não é sinal de que a pessoa tem câncer de próstata (já que o exame pode apresentar alterações e por isso é importante a avaliação médica e o toque retal) e que o mesmo exame de PSA com índices baixos também não é uma confirmação de que o paciente não tem o câncer (estima-se que 15% dos homens com câncer de próstata tem níveis normais de PSA).

Por outro lado, a brincadeira de perguntas e respostas revelou algumas informações que passam despercebidas: ter pai, irmão ou tio com a doença aumenta o risco; pessoas negras têm maior risco de desenvolver a doença; o sedentarismo pode aumentar o risco de desenvolvimento do câncer de próstata e a atividade física regular tem papel relevante na prevenção e no tratamento.

A atividade contou ainda com aferição de pressão arterial, teste de glicemia, avaliação do peso dos pacientes, distribuição de panfletos informativos e um lanche saudável preparado pela equipe de nutricionistas da unidade de saúde.

Novembro Azul – A programação no Hospital Regional da Baixada Maranhense Dr. Jackson Lago prossegue seguiu até dia 22 de novembro, com a realização de exames PSA para pacientes, acompanhantes e funcionários.

O câncer de próstata é o segundo mais frequente em homens, no Brasil, após os tumores de pele. O objetivo da campanha é conscientizar os homens sobre a importância dos cuidados com a saúde porque, estatisticamente, são mais vulneráveis às doenças, sobretudo no que se refere a enfermidades graves e crônicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *