contato@institutoacqua.org.br

Unidade Sorrir atende crianças com epidermólise bolhosa em São Luís (MA)

10/09/2019

Atendimento especializado foi realizado em duas etapas e complementar à assistência promovida pela Casa de Apoio Ninar; ação integrou a parceria entre três unidades de saúde gerenciadas pelo Instituto Acqua e Secretaria de Estado da Saúde do Maranhão

A Unidade de Especialidades Odontológicas do Maranhão (Sorrir) realizou atendimento especializado em saúde bucal nos dias 4 e 6 de setembro a crianças com epidermólise bolhosa, considerada uma doença rara. O serviço foi realizado em parceria com a Casa de Apoio Ninar e o Hospital Dr. Carlos Macieira (HCM). As três unidades são gerenciadas pelo Instituto Acqua e Secretaria de Estado da Saúde do Maranhão.

Os atendimentos tiveram início na Casa de Apoio Ninar ainda no mês de julho com o suporte da equipe de dermatologia do HCM. Entre as crianças atendidas, 12 apresentaram problemas odontológicos e foram encaminhadas para a Unidade Sorrir, como explica o diretor-geral da unidade, Fabrício Saraiva.

“As crianças com epidermólise têm uma demanda específica no tratamento odontológico porque algumas delas vão apresentar lesões no corpo que podem ser externas ou internas, incluindo a cavidade bucal, e que gera dor, desconforto, dificultando a escovação e higienização bucal”, explicou.

Foram realizados exames clínicos, tratamento restaurador, aplicação de flúor e selantes (material aplicado na superfície dos dentes para evitar retenção alimentar e disseminação da cárie). “O tratamento além de devolver a função estética, restaura a saúde dos dentes e orienta sobre como realizar a higienização adequada para as crianças que apresentam o quadro de lesão na boca”, ressaltou Fabrício Saraiva.

De acordo com a supervisora do setor de Odontologia do HCM, Cyrene Piazera Silva Costa, responsável pelos atendimentos no hospital, a diferença no tratamento é a abordagem. “A gente só tem que tomar cuidado para não gerar um trauma excessivo, mas o procedimento é o mesmo, com atenção na abordagem com a criança”, explicou.
Adjane Coelho Pereira, 25 anos, teve a filha Isabela Coelho, 6 anos, atendida na unidade e elogiou o serviço. “Foi ótimo. Espero que na próxima seja melhor ainda”, agradeceu. A próxima etapa de atendimentos será realizada em novembro.

Epidermólise – A epidermólise bolhosa é uma doença genética, caracterizada, principalmente, pelo aparecimento de bolhas e descolamento da pele. Nos tipos mais graves da doença, as lesões se formam nas mucosas e no tubo digestivo, dificultando a alimentação, ou formando deformações em pés e mãos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *